Warning: file_get_contents(/home/cinemade/public_html/wp-includes/js/tinymce/plugins/inlinepopups/skins/clearlooks2/img/buttons1.gif): failed to open stream: No such file or directory in /home/cinemade/public_html/wp-includes/init.php(265) : runtime-created function on line 1

Warning: gzinflate(): data error in /home/cinemade/public_html/wp-includes/init.php(265) : runtime-created function on line 1
Abismo da Alma | Cinema de Poesia

Abismo da Alma

ABISMO DA ALMA – 2006

Renato Carrera, Rômulo Pacheco e Vitor Fraga

Abismo da Alma retrata os nove anos em que o poeta e dramaturgo francês Antonin Artaud viveu em hospícios. Acredita-se que, nesse período, tenha passado por mais de cinquenta sessões de eletrochoque. Para não perder a lucidez, Artaud escreveu uma intensa produção de cartas durante sua passagem no Hospício de Rodez, contrariando os laudos dos psicólogos e psquiatras, entre eles, Lacan. Rômulo Pacheco é Antonin Artaud, e Renato Carrera e Vitor Fraga interpretam  enfermeiros.


Vitor Fraga e Rômulo Pacheco

Renato Carrera

.

.

.

.

.

.

.


O curta-metragem Abismo da Alma tem duração de 13 minutos. Sobre o trabalho musical do cineasta e crítico Luiz Rosemberg Filho, ressalta-se o trabalho do músico João Gabriel Herculano, pois “trabalha-se genialmente o som-música de João Gabriel, como metáfora poética do horror. O medo torna-se a primeira agressão a ser exposta. Cria-se o desconforto diante das imagens”. Nesse trabalho estão as composições Passos de Artaud, Improviso ao Piano e Jenny Love. A peça tem imagens realizadas no Hospício de Barbacena e dentro de um teatro.

Abiso da Alma

Abismo da Alma



.

.

.

.

.


O trabalho conta com a participação de Buza Ferraz e João Bosco como atores. O desenho de luz, de Giba Oliveira, foi responsável pela qualidade estética das imagens, que tece fortes referências ao movimento expressionista. As sombras e a forte máscara obtida na interpretação de Vitor Fraga demonstram as características do movimento expressionista.


Buza Ferraz

O curta-metragem foi exibido na Bósnia Herzegovina, na Hungria, nos Estados Unidos, na Inglaterra, na Colômbia, no Peru,  conquistou o prêmio de Melhor Fotografia no 2º Festival Nacional de vídeos de Colatina, em 2006, e melhor vídeo de arte na categoria Júri Popular no Festival Guaçuano, em 2007.

O trabalho foi finalista do prêmio Itamaraty para o Cinema Brasileiro, onde foram selecionados dez trabalhos para representar a produção nacional durante o VII Festival Internacional de Brasília. O critico de cinema e cineasta Luiz Rosemberg Filho escreve sobre o trabalho:

Talvez o “ABISMO DA ALMA” seja o mais ousado e criativo curta-experimental-poético dos últimos anos. Sem espetáculo, sem gritos, sem lágrimas… Artaud resiste à doença do mundo. Sua compreensão  do processo criativo o fez resistir. Enfim, uma terna idéia de ser e resistir além dos discursos políticos e partidários. Poesia? Sim. Mas uma poesia diferente do nosso cineminha televisivo comum e medíocre. Cristina e André enchem-no de satisfação ao nos possibilitar sair com Artaud do hospício de Rodez. O hospício em que foi transformado o nosso tempo. Será que teremos para nós uma saída humana e criativa?

Marcello Labela e Rômulo Pacheco

As músicas e as imagens do curta-metragem Abismo da Alma foram realizadas para o longa-metragem Antonin Van Artaud Gogh, sobre a vida de Artaud e de Van Gogh. A maquiagem e o cabelo são assinados por Marcelo Labella.

Premium Wordpress Themes