Warning: file_get_contents(/home/cinemade/public_html/wp-includes/js/tinymce/plugins/inlinepopups/skins/clearlooks2/img/buttons1.gif): failed to open stream: No such file or directory in /home/cinemade/public_html/wp-includes/init.php(265) : runtime-created function on line 1

Warning: gzinflate(): data error in /home/cinemade/public_html/wp-includes/init.php(265) : runtime-created function on line 1
Série Ambiental | Cinema de Poesia

Série Ambiental

CINEMA DE POESIA SÉRIE AMBIENTAL 2004 – 2009

A preocupação com a natureza e a realização de trabalhos com o objetivo de despertar uma conscientização ambiental estão presentes desde a criação do grupo Cinema de Poesia. Realizado em 2004, Teoria é um alerta contra a destruição do planeta, a corrupção de valores, a poluição. É um grito partido da liberdade natural em busca do equilíbrio na Terra.

Série ambiental

O curta-metragem Teoria realiza um estudo sobre as composições de imagens naturais e suas relações em três ou mais camadas, tanto no nível imagético quanto no sonoro. A trilha foi criada a partir deste conceito: composição a partir de sons naturais, vozes, som ambiente e piano, sendo a primeira trilha criada pelo Cinema de Poesia. Em 2006 o trabalho foi selecionado para o 5º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, realizado na cidade de São Paulo, evento que colocou em foco a questão ambiental a partir da perspectiva humana do planeta.

Em julho de 2004, foi realizado o curta-metragem Violeta Azul, liberdade em tristes tons de uma natural flor. Com a música de Chopin ao fundo, foi um modo poético de retratar os detalhes naturais perdidos no cimento da cidade grande.

Serie ambiental


No trabalho realizado no Espírito Santo, Flores do Espírito, feito em julho de 2004, é retratada a natureza que convive com o urbano de forma harmoniosa.

Flores do Espírito


No ano de 2006, com o objetivo de estudar o som, a rima audiovisual entre diversos ritmos e a natureza, surgiu Compassos Formigáveis, documentário poético do cotidiano das formigas. As filmagens foram realizadas em Porto Alegre e no Rio de Janeiro, e o curta-metragem conquistou o Prêmio de Júri Popular no Festival de Vídeo Ambiental Monvia.

Compassos Formigáveis

No ano de 2009, durante o mês de janeiro, foram realizadas as imagens do curta-metragem Elegia à Vida, mostrando um verdadeiro paraíso ecológico localizado há menos de duas horas da cidade do Rio de Janeiro.

Elegia a Vida

A trilha sonora, composta por João Gabriel, estabelece uma narrativa natural e poética sobre as imagens em movimento regidas pelo som.


Os três documentários realizados são caracterizados pelo estudo da rima, da sincronia do som com a imagem, com a finalidade de potencializar o efeito estético percebido pelo espectador. Há uma investigação dos atores e da câmera em relação à trilha sonora no documentário poético Je suis Jean Cocteau, na sincronia dos passos do inseto no documentário ambiental Compassos Formigáveis e no trabalho Elegia à Vida, onde as asas e a música se unem em prol do despertar da consciência.

Elegia a Vida

Premium Wordpress Themes